Escrito em

oj

INFORMATIVO

N˚ 22 – Novembro/2015

 

O que rola por aí
——————————————

Desde o final de setembro, o Governo do Estado de São Paulo deu início à chamada “reorganização escolar”, que pretende realocar os alunos das escolas estaduais de acordo com a etapa de ensino na qual o estudante está matriculado. Sob o argumento de que tal medida promoverá a qualidade, na prática essa medida prioriza a redução dos custos com a educação pública. Diante disso os jovens paulistas, se mobilizaram contra a proposta e ocupam hoje cerca de 200 escolas, apesar da repressão policial, de alguns gestores escolares e do judiciário. Os estudantes têm demonstrado uma grande força de mobilização, contando com o apoio de muitos professores, pais e entidades ligadas aos movimentos sociais. Nós, do Observatório da Juventude, não apenas nos manifestamos contrários a tal medida como também estamos mobilizados em uma rede de organizações juvenis e entidades que lutam contra essa proposta. Por isso, juntamente com o Fórum das Juventudes da Grande BH e outros grupos parceiros, elaboramos uma carta de apoio aos jovens secundaristas de São Paulo e criamos um abaixo-assinado.

Veja a carta e o abaixo-assinado em:

https://www.change.org/p/governo-de-s%C3%A3o-paulo-apoio-aos-jovens-secundaristas-de-s%C3%A3o-paulo?recruiter=433208138&utm_source=share_for_starters&utm_medium=copyLink

 

“Alunos recusam-se a ficar calados e cobram direitos”

Estudantes vendados entoam Chico Buarque: “Como é difícil acordar calado”, em vídeo que vem ganhando bastante espaço nas redes sociais.

Veja o vídeo em: https://www.youtube.com/watch?v=yRsXnv9pf7o

Leia a notícia completa em: http://www.redebrasilatual.com.br/educacao/2015/10/contra-o-fechamento-de-escolas-alunos-nao-se-calam-e-cobram-mais-direitos-698.html

 

“Justiça nega recurso do governo de SP que pedia reintegração de escolas”

Segundo desembargadores do Tribunal de Justiça, manifestação de alunos é um direito!

Leia a notícia completa em: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2015/11/tj-nega-recurso-do-governo-de-sp-que-pedia-reintegracao-de-escolas.html

 

Jovens secundaristas de Belo Horizonte, do IEMG – Instituto de Educação de Minas Gerais, ocuparam a escola no dia 23 de novembro para reivindicar melhorias na estrutura do colégio.

 

“Alunos do Instituto de Educação ocupam escola e pedem melhorias”

Outro motivo para o ato, segundo Maia, é “solidariedade aos estudantes de São Paulo, que ocupam mais de 100 escolas”.

Veja a notícia completa em:

http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2015/11/alunos-do-instituto-de-educacao-ocupam-escola-e-pedem-melhorias.html

 

A juventude do Grupo “Valores de Minas”, projeto voltado para a formação artística de jovens, também ocuparam o Núcleo de Planejamento e Gestão do Plug Minas, no dia 24 de novembro, reivindicando a continuidade do programa para o ano de 2016.

 

“Estudantes do Valores de Minas promovem ocupação para manter o projeto”

Jovens ocupam órgão da secretaria de educação e pedem permanência do programa que oferece cursos de formação para áreas artísticas.

Veja a notícia completa em:

http://www.otempo.com.br/divers%C3%A3o/magazine/estudantes-do-valores-de-minas-promovem-ocupa%C3%A7%C3%A3o-para-manter-o-projeto-1.1177859

 

Em novembro é comemorado, no Brasil, o mês da Consciência Negra. Belo Horizonte e região metropolitana se mostram como territórios de muitas atividades da Arte e Cultura Negra. O Festival de Arte Negra – FAN, chegou à sua oitava edição em Belo Horizonte e contou com diversas intervenções que lutam contra a invisibilidade negra na cidade.

 

Crianças e jovens participaram da apresentação “A Escola da Roda de Capoeira”

O evento tem como objetivo dar visibilidade à roda de capoeira, à valorização e divulgação do Maculelê, do Samba de Roda e da Capoeira, etc.

Veja a notícia completa em: http://www.fanbh.com.br/noticia/e-arte-e-cultura-e-capoeira-e-fan/

 

Último dia de FAN contou com a “1ª Caminhada Crespa de BH”

A caminhada teve como objetivo lutar contra a inferiorização e a invisibilidade da estética negra na cidade.

Veja a notícia e fotos do evento em: http://www.otempo.com.br/cidades/%C3%BAltimo-dia-de-fan-teve-baianas-ozadas-e-1%C2%AA-caminhada-crespa-de-bh-1.1181078

 

Número de jovens negros no Ensino Médio dobra em 13 anos

Parcela de 51% dos brasileiros com idade entre 15 e 17 anos que se declararam pretos ou pardos estavam cursando o Ensino Médio em 2014. Em 2001, esse percentual era de 25%.

Leia a notícia completa em: http://juventude.gov.br/juventude/noticias/numero-de-jovens-negros-no-ensino-medio-dobra-em-13-anos#.Vl3H6L_eJNM

 

“Duelo de Mcs nacional traz referências à ‘lama’ e reafirma espaço das mulheres no rap”

Final do duelo de MCs Nacional, que acontece tradicionalmente embaixo do Viaduto Santa Tereza, reuniu cerca de cinco mil pessoas de aba reta, black power ou The Notorious B.I.G estampado na camisa, etc.

O espaço do Duelo serve, especialmente, para reflexão em torno de questões sociais por meio da arte. Monge, mestre de cerimônia, criticou o extermínio da juventude negra e abriu espaço para duas jovens de ocupações de BH, MC Amandinha (Ocupação Vitória) e Emily Roots (Ocupação Rosa Leão), darem seu recado em forma de rap e poesia.

Veja a apresentação das jovens em: https://www.facebook.com/resisteizidora/videos/780791705400142/

Leia a notícia completa em: http://divirta-se.uai.com.br/app/noticia/musica/2015/11/24/noticia_musica,174420/duelo-de-mcs-nacional-traz-referencia-a-lama-e-mulheres-no-microfone.shtml

 

Ato contra o genocídio negro em Minas Gerais (em apoio ao RJ, SP, BA)

A proposta da caminhada surgiu a partir da mobilização de um jovem do Rio de Janeiro, a fim de demonstrar indignação e solidariedade aos 5 jovens assassinados no último sábado, dia 28 de novembro, na Comunidade Lagartixa/ RJ.

A concentração em Belo Horizonte, acontecerá na quinta, dia 03 de dezembro, às 17hs na Praça 7.

Saiba mais sobre o evento em: https://www.facebook.com/events/516502615193387/

 

Acontece no OJ

—————————————-

 

Pacto Nacional pelo Fortalecimentos do Ensino Médio – PNEM

Nos meses de outubro, novembro e dezembro de 2015 o grupo envolvido no Pacto Nacional pelo Fortalecimentos do Ensino Médio (PNEM) UFMG/UEMG desenvolverá duas atividades. A primeira é a elaboração de um relatório inicial e descritivo de todas as atividades realizadas na 1ª e 2ª etapa para o MEC, tais como encontros de formação e seminários. A segunda atividade é o processo de certificação dos participantes da 1ª e 2ª etapa do PNEM. Espera-se que ambas as atividades sejam finalizadas até o mês de dezembro de 2015. 

Saiba mais em sobre o PACTO:  http://observatoriodajuventude.ufmg.br/pacto-mg/

 

Fórum das Juventudes – Ações no mês de Novembro

A principal ação do Fórum das Juventudes nesse mês foi o processo formativo com três Núcleos Juvenis: Família Dandara (jovens da ocupação Dandara), Nosso Sarau (Sarzedo) e Mafiossos (Santa Luzia).  O processo teve início com formações mediadas por educadoras/es do Fórum, que construíram metodologias próprias para essa formação, abordando diversos temas, como o genocídio da juventude negra de periferia, outras temáticas da plataforma política e discussões para além dela também. A segunda etapa da formação aconteceu com intervenções auto-organizadas pelos próprios núcleos de jovens, em seus territórios, que chamamos de rolezinhos.O primeiro rolezinho aconteceu em Santa Luzia, organizado pelo grupo Mafiossos com o tema, “Ame”; em que buscaram afetar as pessoas que passavam pela rua com os “abraços gratuitos”.

Saiba mais sobre o Grupo Mafiossos em: http://forumdasjuventudes.org.br/rolezinho-ame-afetos-e-reflexoes-ocuparam-santa-luzia/

 

O segundo rolezinho, organizado pelo Nosso Sarau, reuniu na Escola Estadual José Pereira dos Santos, em Sarzedo, mais de 70 jovens do município e também outros vindos de Santa Luzia e Belo Horizonte. O cenário da escola foi ocupado por muita dança, poesia e um debate com a convidada ialorixá Mona Sinangue que falou sobre sua trajetória na religião e suas vivências como mulher negra envolvida com a política.

Saiba mais sobre o Grupo Nosso Sarau: http://forumdasjuventudes.org.br/rolezinho-cultural-ocupou-escola-em-sarzedo-na-grande-bh/

 

O rolezinho que fechou a sequência das intervenções no processo formativo foi o festival organizado pela Família Dandara, na própria Ocupação Dandara, localizada na região de Venda Nova, que reuniu crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos da ocupação e também de outras regiões para conhecer e prestigiar talentos da Dandara.

Saiba mais sobre o grupo Família Dandara em:

http://forumdasjuventudes.org.br/festival-familia-dandara-caldeirao-agitou-a-comunidade/

 

Após os rolezinhos, o processo formativo foi finalizado com uma avaliação coletiva entre as/os integrantes do Fórum que atuaram como educadoras/es na organização, entre outros membros da rede e os núcleos de jovens.

Além disso, o Fórum também participou da semana do conhecimento da UFMG na FAE através da oficina “Juventude e Cidade: experiências do Fórum das Juventudes” da Quarta na Pós, com o tema “Qual cidade queremos?”, também na FAE.

Veja fotos do evento “Quarta Na Pós” em:

https://www.facebook.com/observatoriodajuventudeufmg/timeline/story?ut=43&wstart=1420099200&wend=1451635199&hash=7697467019925467906&pagefilter=3

Saiba mais sobre o Fórum em:

http://forumdasjuventudes.org.br/forum-realiza-formacao-com-participantes-do-projovem-adolescente-em-bh/ 

 

Grupo de Estudos do OJ

No dia 26 de novembro, tivemos mais um encontro do nosso Grupo de Estudos, com o tema “Juventude e Violência” que contou com a participação de Juarez Dayrell.

Veja fotos do encontro em:

https://www.facebook.com/observatoriodajuventudeufmg/posts/636875943120045

Nosso último encontro do ano será dia 10 de dezembro, às 14hs, na Sala de Teleconferência, com o tema “Juventude, Participação Social e Tecnologia” e com a participação da professora Juliana Batista dos Reis.

 

 

Expediente

Pesquisa e produção: Luísa Nonato

Coordenação: Geraldo Leão

 

 

 

Compartilhe:
Facebooktwittergoogle_plusredditlinkedinmail