Escrito em

logo_p-1

INFORMATIVO 30

——–

 

Os jovens estão entre os mais afetados pelas reformas da Previdência e Trabalhista

 

Geraldo Leão – 20/06/2017

 

Estão em curso no Brasil algumas reformas protagonizadas pelo atual Governo (Interino) Federal e pela maioria do Congresso Nacional, entre elas as reformas da Previdência Social e Trabalhista. Contando com o apoio de setores conservadores da sociedade civil, especialmente do empresariado, tais reformas configuram-se como uma revisão da atual Constituição Federal de 1988, pois altera não apenas princípios consagrados nela, mas também a ideia da inclusão social como pressuposto do exercício da cidadania.

Os impactos dessas reformas poderão agravar ainda mais o cenário de incertezas e desigualdades que os jovens brasileiros enfrentam em relação ao mundo do trabalho.  Os desafios para a maior parte deles já são conhecidos. O desemprego (em geral o dobro em relação à média), o trabalho informal e em condições precárias, as dificuldades de inserção e as poucas oportunidades de formação profissional são aspectos negativos nas experiências de trabalho juvenil. No Brasil, as condições de trabalho para jovens são tão aviltantes que a OIT luta em torno da bandeira do trabalho decente para a juventude.

Além de enfrentarem grandes desigualdades no mundo do trabalho, a Reforma da Previdência pesa como mais uma ameaça aos direitos das novas gerações. Ela afetará especialmente os trabalhadores que se inserem agora no mercado de trabalho. Da mesma forma, a reforma da legislação trabalhista, ao flexibilizar contratos, retira garantias e proteções fundamentais para quem está ingressando no mercado de trabalho.

Para operar mudanças dessa natureza é necessário um amplo debate com a sociedade conduzido por governos eleitos democraticamente! No entanto, o atual governo trabalha nos bastidores do Congresso Nacional para aprovar tais reformas de forma aligeirada e sem discussão com outros atores sociais. Diante disso, entidades, movimentos sociais, organizações juvenis, artistas e intelectuais estão se mobilizando contra tais projetos.

Para saber mais, separamos algumas notícias sobre o tema nos links abaixo.

http://www.tonorumo.org.br/2017/03/como-reforma-da-previdencia-afeta-juventude/

http://www.esquerdadiario.com.br/Reforma-trabalhista-golpe-certeiro-nos-jovens-brasileiros

http://www.redebrasilatual.com.br/economia/2017/02/reforma-pode-afastar-jovens-da-previdencia-se-nao-vou-usar-por-que-pagar

http://brasil.elpais.com/brasil/2016/12/06/politica/1481041835_244735.html

 

—–

Expediente, pesquisa e produção: Luísa Nonato

Coordenação: Geraldo Leão

Compartilhe:
Facebooktwittergoogle_plusredditlinkedinmail