Escrito em

O projeto “Processos educativos com jovens” objetiva promover o encontro, a socialização e a formação entre jovens moradores/as de periferias urbanas da Região Metropolitana de Belo Horizonte. No desenvolvimento do projeto que teve início em 2016, buscamos concentrar a participação de jovens da Ocupação Dandara e das cidades de Sarzedo e Santa Luzia. Entendemos que as experiências dos/as jovens nas “bordas” da cidade está enredada por práticas e saberes de resistência nas dimensões social, coletiva, individual e subjetiva. Considerando que toda prática social é educativa, isto é, proporciona a construção de valores pelos sujeitos que a vivenciam, procuramos com esse projeto o encontro compartilhado de múltiplas experiências e saberes juvenis. Diante das múltiplas condições de vivência da juventude, entendemos que jovens moradores/as das periferias compartilham desafios comuns, ao mesmo tempo em que experienciam especificidades em seus cotidianos. Portanto, o projeto de formação promove reflexões e possibilidades de atuação juvenil em seus espaços.

Nesse sentido, esse projeto de extensão busca potencializar ações já desenvolvidas pelo programa Observatório da Juventude da UFMG. O programa orienta-se por eixos que delimitam sua ação institucional: a condição juvenil; políticas públicas e ações sociais para a juventude; práticas culturais e ações coletivas da juventude; e a construção de metodologias de trabalho educativo com jovens. O projeto busca garantir a indissociabilidade das ações de extensão com o ensino e a pesquisa, contando com a colaboração do Fórum das Juventudes da Grande BH. A aproximação com jovens tem proporcionado não apenas o conhecimento sobre as especificidades de vivências desses/as sujeitos, mas, sobretudo uma possibilidade de construção de um espaço significativo de formação no contexto universitário.

Compartilhe:
Facebooktwittergoogle_plusredditlinkedinmail