Escrito em

IMAGEM INTERAGINDO 2013

 

O Projeto InterAgindo é uma ação de extensão desenvolvida pelo programa Observatório da Juventude em parceria com a Faculdade de Educação da UFMG, que busca voltar-se para o interior da universidade e desenvolver um processo de formação com jovens trabalhadores da Cruz Vermelha Brasileira. A Cruz Vermelha Brasileira (CVB) é uma instituição marcadamente conhecida pela sua atuação no sentido de promover o primeiro contato do jovem que estuda com o mundo do trabalho. Essa articulação entre o jovem e o mercado se dá por meio do programa intitulado “Ação jovem”, desenvolvido dentro da CVB, no qual os jovens participam de um curso de capacitação para o trabalho com possibilidade de serem encaminhados para o mercado. A CVB estabelece convênios com algumas instituições, dentre elas, a UFMG para aonde são “enviados” alguns jovens que participam de um processo interno de seleção para começarem a trabalhar nos diferentes setores da universidade. O Projeto InterAgindo teve inicio em 2005 e retornou com suas atividades desde 2010. O projeto visa propiciar aos adolescentes trabalhadores que desenvolvem suas atividades laborais no espaço da UFMG, atividades de formação e socialização que lhes possibilite a transição do trabalho educativo para o trabalho produtivo, bem como identificar elementos de análise da condição juvenil destes sujeitos buscando compreender os sentidos atribuídos ao trabalho e as possíveis repercussões destes nas trajetórias escolares. As atividades formativas são realizadas a partir dos eixos Formação Pessoal, Aprimoramento Profissional e Projetos de Futuro.  Para tanto, são realizados encontros semanais com os jovens possibilitando uma formação a partir de diferentes temas que dialoguem especialmente com a dimensão das desigualdades, trabalho e projeto de futuro que são os eixos centrais do projeto. Ainda que elenquemos algumas temáticas, o projeto prima por uma construção coletiva, sendo então construído a partir da demanda dos jovens. Isso porque o processo de formação de jovens do Observatório da Juventude da UFMG vem consolidando princípios metodológicos que são considerados centrais em qualquer ação a ser desenvolvida com a juventude, como a compreensão dos jovens como sujeitos socioculturais, a importância do diálogo, a centralidade da autonomia e a ampliação do acesso aos bens culturais.  Desse modo, as atividades são realizadas por meio de oficinas, dinâmicas de grupo e atividades coletivas, ocorrendo em 4hs semanais.

 

Compartilhe:
facebooktwittergoogle_plusredditlinkedinmail